terça-feira, 16 de setembro de 2008

Irmãos de armas

Amigos de longa data, adeptos fervorosos do mesmo clube, o Rosario Central, a mesma tatuagem e a Argentina como pátria.

Angel Di María e Ezequiel Lavezzi cresceram na mesma cidade (Rosario). Encontraram-se na selecção olímpica da Argentina, tendo conquistado a medalha de ouro em Pequim.

São ambos adeptos do Central (o emblema está tatuado no corpo dos dois), embora só o benfiquista tenha representado aquele clube, antes de ser contratado pelo Benfica. Mas quis o destino que se cruzassem na Taça UEFA, defendendo emblemas diferentes.

O Estádio San Paolo vai, por isso, marcar um duelo de dois amigos argentinos, que começam a destacar-se nas suas carreiras. Defendendo os mesmos ideais argentinos, Lavezzi brilha no Nápoles mas ainda não atingiu o estrelato na selecção.

Di María percorre o trajecto inverso, pois destacou-se em Pequim, ao serviço da Argentina, não tendo ainda assegurado papel indiscutível na equipa do Benfica.

Lavezzi evoluiu nas camadas jovens do Boca Juniors e depois seguiu para San Lorenzo, embora o sonho fosse jogar pelo Rosario Central, clube onde Di María despontou antes de rumar à Europa.

Agora, as armas estão divididas e cada um lutará pela qualificação. A Taça UEFA dividi-los durante 180 minutos; Rosario une-os para toda uma vida.

Fonte: Record

1 comentário:

águia_livre disse...

Patricia.

Vou-te contar um segredo. Estive para postar este artigo lá no outro nosso cantinho

Não o fiz e ainda bem.

Um beijinho para ti, e continua com essa AMOR tão bonito por um idolo.
.