quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Argentina voltou a perder com Chile 35 anos depois

A manchete do "Olé" diz tudo: "Não valemos nada". Trinta e cinco anos depois a Argentina voltou a perdeu com Chile (0-1) e deixou o país em estado de choque. Nesta altura questiona-se tudo: Vai a Argentina conseguir o apuramento? Basile continuará no cargo?

Com este resultado, Argentina e Chile têm os mesmos pontos (16) e estão em 3.º e 4.º respectivamente. O Paraguai, que derrotou o Peru (1-0) lidera com mais 7.

Quando o estreante Fabián Orellana fez o 1-0 aos 35 minutos todos os argentinos se lembraram de 18 de Julho de 1978 (nesse dia, os chilenos ganharam por 3-1) mas ainda pensaram que era possível dar a volta ao resultado. Não foi apesar das tentativas de Basile.

Se a exibição argentina (Di María não foi utilizado) estava longe de ser aceitável antes da lesão de Burdisso (substituído por (Daniel Díaz após choque com Mark González), a partir daí foi pior.
Messi nunca mais se viu, o entendimento com Aguero não apareceu, Ledesma, Mascherano e Cambiasso não estavam sintonizados e o meio-campo nunca colocou entraves à selecção chilena.

As substituições também não trouxeram grandes mudanças: Bergessio, ex-Benfica, entrou para o lugar de Milito; José Sand ocupou lugar de Cambiasso. Basile não soube o que fazer e o Chile venceu com todo o mérito.

Fonte: Record
---------------------
Se tivesse posto o Di María a jogar se calhar não tinham perdido!! Enfim...
Vou eu ficar acordada até quase à uma da manhã para ver o meu Di e o Basile não o põe a jogar!! Francamente... :D

3 comentários:

Viriato de Viseu disse...

Ó PATRICIA linda menina,
Ainda bem que o DI MARIA não jogou.

Essa é uma excelente notícia!!!

Não há seleção melhor que o nosso ENORME e ele, joga lá!!!!!

Captain Kid disse...

nao fomos os únicos que nao jogaram nada :D
mesmo assim acho que a argentina vai conseguir o apuramento.

beijos,
kid

águia_livre disse...

Princesa do Encanto

lamento por ti, mas foi melhor assim. Ainda se magoava e depois não jogava no glorioso

Mas, por ti, tenho pena que não tivesse jogado

sê feliz
.