terça-feira, 21 de outubro de 2008

Uma certa forma de fazer crónicas

Hoje, quando ia pesquisar notícias sobre o Di María para actualizar o blog, deparei-me com uma certa crónica onde dizia o seguinte:

"Quanto a Di María, a desilusão pelo seu futebol egoísta, pouco pensado, aos repelões e inconsistente já não é de agora."

Eu não digo que seja mentira esta afirmação, mas a partir do momento em que no jogo com o Penafiel o Angel fez uma das suas melhores exibições (ainda que não tivesse sido durante todo o jogo), mandou uma bomba à barra e como a Ana disse no seu blog, "a baliza da Catedral que levou com aquele tento ainda deve estar a abanar", ainda é criticado desta forma? Não admira que queira ir embora de Portugal! Estou convicta que, ao menos, lá fora, seja em que país for, não será tão criticado!

Di María? SEMPRE!!! <3

4 comentários:

Anónimo disse...

o jornalismo português no seu melhor, o Quim, o Jorge Ribeiro, o Ruben Amorin e o Carlos Martins é que são bons
mas o grave não é a figura ridícula que os jornalistas fazem ao escreves estas coisas, o grave é que há quem acredite neles

magui disse...

so sabem dizer mal enfim que se a de fazer
mas mesmo dessas criticas todas nos estamos sempre com ele
e vai calar esses jornais que so criticam enfim
Di Maria siempre y siempre
nuestro idolo lo mejor:D

Ana disse...

Olá Patrícia! Ou melhor, Di!! :)

Não vou comentar. Infelizmente, a nossa imprensa é assim. Só o querem desestabilizar, mas não ligues a isso.
És uma querida! E não é verdade o que disse lá no cantinho... :) Obrigado pela hiperligação, mas não era preciso.

Beijinhos. Fica bem Princesa do Encanto.

Captain Kid disse...

uma coisa é criticar o di maria (ou qualquer outro jogador) pelos seus erros. e, a verdade seja dita, ele nao é o jogador com a maior inteligência táctica no slb :P
outra coisa é, como já referiste, a reaccao dos benfiquistas, o que me enerva imenso! sao sempre contra os seus jogadores e depois ficam surpreendidos se estes jogadores se transferem e se tornam importantes no fc porto ou no sporting.